domingo, 29 de janeiro de 2012

Quem mexeu no meu queijo?

Quem mexeu no meu queijo? foi o livro escolhido para o mês de janeiro. Uma história que nos ensina a encarar os desafios com outros olhos.


Quem Mexeu no Meu Queijo? Para Crianças
de Spencer Johnson
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 64
Editor: Arte Plural Edições
ISBN: 9789896920104

Sinopse

Quem Mexeu no meu Queijo?
É isso que Fungadela, Correria, Pigarro e Gaguinho querem saber.
Os quatro amiguinhos vivem num grande Labirinto e todas as manhãs percorrem-no em busca daquilo que os faz felizes: o Queijo Mágico! Um dia encontram uma enorme quantidade de Queijo. É tanto que parece que vai durar para sempre. Contudo, certa manhã, descobrem que o Queijo desapareceu e é então que tudo muda. Quem mexeu no queijo? Será que ele vai voltar? Ou será que os quatro amigos terão de se aventurar mais uma vez pelo Labirinto para encontrar mais Queijo?

Aventura-te com eles e aprende a lidar com a mudança.

Livro do mês

O Livro do mês é uma iniciativa da biblioteca Escolar que tem por objetivo a promoção da leitura. O livro é escolhido pelos utilizadores mais assíduos da Biblioteca de entre os livros aí existentes.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Cantinho Criativo

O Cantinho Criativo é uma secção deste blogue que se destina à publicação de textos da autoria dos alunos do Agrupamento. Pretende pois promover e divulgar os nossos escritores e as suas obras.

Uma aventura na Biblioteca

OFICINA DE ESCRITA

Uma aventura na Biblioteca

Os textos apresentados resultaram de uma Oficina de Escrita que ocorreu na Biblioteca. Esta surgiu no seguimento da visita à Biblioteca de uma turma do 5º ano de escolaridade e foi realizada em articulação com a disciplina de Língua Portuguesa.


Uma aventura na Biblioteca - O ataque dos livros

Tínhamos acabado de almoçar e ainda faltava muito para a primeira aula da tarde. O Miguel e o Rui queriam ir jogar à bola mas o Ricardo tinha torcido um pé e não podia. O Nuno deu então a ideia de irmos até à Biblioteca.
Fomos para a Biblioteca ver um filme na zona de áudio e vídeo mas ao passarmos pela estante dos livros do Plano Nacional de Leitura, o Rui abriu um livro e o livro deu-lhe um murro. Os outros livros começaram a mexer-se e nós, muito duvidosos, tentámos perceber o que se passava e começámos a investigar.
Um livro de comida, muito irrequieto, começou a cantar:
-- Sou pipocas ao almoço, sou pipocas ao jantar, este raio das pipocas já me está a chatear.
Mas ainda mais estranho foi o livro de música que cantava:
-- Assim, assim, assim, você me mata, ai se eu te pego, ai se eu te pego…
Nós, muito espantados, continuamos. Até que um livro de carros se espetou contra um de camionetas.
Saímos apressados da Biblioteca. O senhor Sebastião perguntou-nos o que se passava e nós respondemos-lhe que os livros tinham ganho vida.
O Rui, que morava perto da escola, foi a casa buscar uma RPG. Ele foi outra vez para a escola e deu a RPG ao Nuno. O Nuno apontou e disparou para a Biblioteca.
Conclusão: voltou tudo ao normal.


Uma aventura na Biblioteca - Um monstro para derrotar

No dia de S. Martinho, eu, o Pedro, o João e o Francisco, fomos à Biblioteca.
Decidimos ir ao espaço multimédia ver um vídeo que o professor de Língua Portuguesa nos tinha aconselhado. Fomos para o computador que a D. Margarida nos indicou e entramos no youtube.
Apareceu, de repente, um vídeo de monstros e o Francisco não resistiu e disse:
-- Vamos ver o que é?!
Nós concordamos e o João clicou no vídeo. Era assustador! Mas o pior aconteceu depois. De repente, fomos todos sugados pelo monstro e entramos no vídeo.
Vimos então uma placa onde se lia que para sairmos do vídeo tínhamos de matar o monstro e a sua equipa. Ficamos preocupados. Mas o Pedro descobriu umas letras pequeninas que diziam que um de nós podia sair do vídeo uma única vez e voltar para salvar os colegas.
O João disse:
-- Eu saio e vou arranjar armas.
Quando o João regressou deu-se uma grande batalha e conseguimos matar o monstro. Ao matarmos o monstro transformamo-nos em dados e voltamos ao mundo real.
Foi uma grande aventura.


Uma aventura na Biblioteca - O bilhete escondido

No dia quinze de novembro, eu, a Jéssica, a Cátia e a Francisca fomos à Biblioteca.
Antes de entrarmos não estávamos de acordo nas atividades que íamos fazer. Eu queria ver um filme da pantera cor de rosa, a Francisca queria ir para os computadores, a Cátia queria ler e a Jéssica queria ouvir música. Como não chegamos a acordo, cada um foi fazer o que queria.
Passado algum tempo, a Cátia chamou-nos e contou-nos que abriu um livro, desfolhou algumas páginas e encontrou lá um bilhete que dizia “Encontram-nos na meia lua hoje no intervalo da tarde”.
-- Quem terá escrito o bilhete? – perguntou a Jéssica.
-- Eu acho que foi uma rapariga. – respondeu a Cátia.
-- Pode ter sido um rapaz. – respondi eu.
Mas a Francisca deu uma ideia melhor:
-- E se fossemos à meia lua a essa hora? Podíamos descobrir quem é.
Todos concordamos e no intervalo da tarde fomos ao recreio e ficamos a vigiar o cantinho da meia lua.
Apareceu um rapaz e depois uma rapariga, conversaram e no fim despediram-se com um beijo. O bilhete tinha sido escrito por um deles!
Todos gostamos desta aventura e ficamos a saber que os livros também podem ser utilizados para comunicar.


Uma aventura na Biblioteca - Personagens com vida

No dia onze de novembro, como não tinham nada para fazer, a Juliana, a Cristiana, a Marta e o Ivo decidiram ir à Biblioteca
A Juliana foi até à zona de leitura ler um livro, o Ivo foi jogar um jogo no computador, a Marta ler uma revista e a Cristiana ver um filme.
O livro da Juliana era sobre príncipes e princesas e ela chamou a Marta para lhe contar a história. A Marta passou a mão pelo livro e aconteceu uma coisa muito estranha, o príncipe saiu do livro, saltou cá para fora e, assim que pôs os pés no chão, transformou-se em sapo.
A Cristiana, que se apercebeu que algo de anormal se passava, foi lá e quando viu o sapo pôs-se a gritar. O Ivo ouviu e veio saber o que se passava.
De repente, o sapo deu um salto e começaram todos a gritar. Apareceu então a professora Fátima a perguntar que confusão era aquela, também se assustou e começou a gritar.
O sapo começou a olhar para nós muito sério, sem mexer os olhos, e aconteceu novamente algo de espantoso: transformou-se outra vez em príncipe.
O príncipe começou então a pedir que o beijassem. A Cristiana deixou-se levar pelo seu encanto e beijou-o e, por incrível que pareça, ela entrou para o livro. A Marta, com todo o gosto e prazer, deu-lhe um beijo grande e rechonchudo, desmaiou, mas acabou por entrar no livro. O príncipe também pediu um beijo à Juliana mas ela não lho quis dar, fez-lhe então uma festinha na cara e ela entrou para o livro. O Ivo deu-lhe um aperto de mão e, por um pé, entrou para o livro também. A professora Fátima não resistiu, tocou no livro e entrou para aquele mundo maravilhoso.
Passado algum tempo a Cristiana e o príncipe apaixonaram-se e decidiram casar. A professora Fátima foi a madrinha, o Ivo, o padrinho, e a Marta e a Juliana, as meninas das alianças.
Mas no momento mais feliz do casamento, quando os noivos deram o beijo de casados, uma grande ventania fez-nos saltar do livro e trouxe-nos de volta à Biblioteca.
Ficamos com pena de não continuar na história mas ficamos aliviados por voltar.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

2011 - Ano Internacional das Florestas

Para comemorar o Ano Internacional das Florestas, os Biblioamigos tiveram a iniciativa de dar a conhecer a Floresta portuguesa. Após a consulta da coleção de livros Árvores e Florestas de Portugal, existente na Biblioteca, os alunos da escola foram convidados a fazer uma ilustração escolhendo uma árvore da floresta portuguesa.





















Exposições na Biblioteca

Foram três as exposições que estiveram na Biblioteca até ao momento:

- EU SOU A BIBLIOTECA - Exposição de ilustrações realizadas no âmbito da atividade Apresentação da Biblioteca aos alunos do 5º ano de escolaridade.

- A FOME - Trabalhos realizados pelos alunos do PIEF.

- A SIDA - Trabalhos realizados pelos alunos do PIEF.

















Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

O mês internacional das Bibliotecas Escolares é outubro. Para relembrar a importância das Bibliotecas, foi feito, à semelhança de outros anos, um cartaz e um marcador.


terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Clube BIBLIOAMIGOS

Clube Biblioamigos

Os amigos da Biblioteca continuam a sua atividade com ações que muito ajudam ao bom funcionamento e dinamização da Biblioteca.



CONSTRUÇÃO DE SETAS PARA INDICAR A BIBLIOTECA




ELABORAÇÃO DE POSTAIS DE NATAL

Os Biblioamigos construíram postais de Natal com mensagens retiradas de livros existentes na Biblioteca. Os postais foram oferecidos na requisição de livros para ler nas férias.

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Clube de Leitura Pim, Pam, Lê!

O Clube de Leitura promove a leitura com encontros e atividades para ler e falar de livros, do que eles nos ensinam e das boas surpresas que nos reservam.

Apresentação da Biblioteca aos alunos do 5º ano de escolaridade

Apresentar a Biblioteca a quem vem para a escola pela primeira vez é tarefa obrigatória. É preciso que todos saibam o que nela podem fazer e que têm as suas portas sempre abertas aprender, estudar, descobrir coisas novas…

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Título: Faísca Conta a Sua História

Autor: Ilse Losa

Editor: Edições Asa

Este livro fala-nos de um cão chamado Faísca. Ele tinha um dono chamado Manuel. O Manuel era um menino pobre e gostava muito do seu único animal. O seu pai estava no Brasil a trabalhar, mas não conseguia mandar-lhes dinheiro suficiente para comer e para outras coisas essenciais, e a sua mãe Júlia trabalhava no campo desde manhã até ao escurecer e quando chegava a casa estava muito cansada.
O Manuel fazia tudo o que podia para o seu cão ser feliz e ele era. Certo dia o Manuel teve de ir para a escola e a sua mãe comprou-lhe uma saca de sarapilheira, uma lousa e um livro e o Faísca também o ia acompanhar até à escola.
No Verão realizava-se uma romaria todos os anos e enquanto a música tocava os rapazes e as raparigas dançavam e cantavam. O Faísca pensava que se estavam a magoar uns aos outros e ladrava.
Um dia uma rapariga chamada Luísa ficou admirada com o Faísca e afagou-lhe o pelo e deu-lhe bolo à boca. A Luísa quis ficar com o Faísca e pediu ao seu pai para o comprar…

Para saberes o resto da história, tens de a ler!



Sugestão do leitor: Mariana Madeiras

Clube de Leitura - Pim, Pam,Lê!

Título: O estranho caso de Benjamin Button

Autor: F. S. Fitzgerald

Editora: Editorial Presença

Benjamim Button é um homem com a vida ao contrário: nasce como velho e, à medida que vai vivendo, rejuvenesce, o que lhe permite ver a sociedade que o rodeia com um olhar muito crítico, mas também experimentar uma série de problemas muito diferentes dos habituais.

Sugestão do leitor: Acácio Peralta

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Título: O Traficante

Autor: Robert Muchamore

Editora: Porto Editora

O nosso herói continua a sua aventura. Quem já leu «O Recruta» sabe que James conseguiu expor o grupo terrorista Ajudem a Terra. Agora James tem uma nova missão: infiltrar-se na sede do maior traficante de droga da Europa e expo-lo. Mas esta missão não é assim tão fácil como parece pois James irá precisar de todas as suas forças para ganhar a confiança do traficante de droga, também conhecido como Keith Moore.
James e mais quatro agentes CHERUB irão correr os mais elevados riscos para conseguir expor o traficante, irão mesmo ajudar Keith nas suas «entregas», só para conseguirem apanhá-lo.
James irá fazer amizades, como sempre, mas no final de cada aventura ele mesmo diz que, como agente da CHERUB, as amizades fora do campo são apenas temporárias.
Se procuram excitação e aventura, este é o livro que devem ler, pois não se trata de magia ou agentes como James Bond. Não existem mestres do crime nem engenhocas de alta tecnologia, apenas crianças profissionalmente treinadas para apanhar criminosos e desvendar os seus segredos.


Sugestão do leitor: Carlos Mendes

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Título: O Recruta

Autor:Robert Muchamore

Editora: Porto Editora

Este excitante livro fala-nos de uma fantástica aventura de um rapaz chamado James que entra no maravilhoso mundo da CHERUB, uma agência secreta britânica que faz operações secretas e que em vez dos normais agentes adultos usa seres completamente diferentes, crianças. Pois quem desconfiaria de crianças?
James é um rapaz de classe média mas que tem uma vida tresloucada: a sua mãe, a senhora Choke, é uma ladra, o seu pai faleceu e agora tem que aturar o emplastro do padrasto, a sua irmã, que parece a única pessoa normal, é filha do já referido emplastro, Ron. Quando a mãe de James falece, a sua irmã fica com Ron e James vai para um lar de acolhimento. Lá, conhece Kyle, um rapaz que para ele não tem nada de estranho além da sua mania pelas limpezas. Mas na verdade Kyle não tem nada de normal, pois é um agente da CHERUB numa missão de recrutamento.
Após Kyle ver que James é a sua melhor escolha leva-o até ao campo secreto da CHERUB, onde James é treinado até á exaustão. James aprende a nadar, a falar russo, até aprende artes marciais… O que James não sabia era que estava a ser treinado para uma dura tarefa que no campo chamavam «A Recruta».
Depois de um terrível tempo na recruta, James finalmente passa à sua primeira missão: penetrar num campo hippie e sabotar as operações de um grupo terrorista chamado «Ajudem a Terra».

Se desejam saber se James realmente o consegue leiam o livro, pois eu asseguro- lhes, vale a pena.



Sugestão do leitor: Carlos Mendes

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Título: O Golpe

Autor: Robert Muchamore

Editora: Porto Editora

Neste quarto livro, James tem que se aproximar da família de Leon Tarasov, um pequeno criminoso que enriquece subitamente e de uma forma suspeita.
Quando a polícia pede ajuda à CHERUB para averiguar a situação, James terá que se aproximar dos filhos de Leon, escutar algumas conversas, vasculhar – lhe a casa…
Mas, depois, o seu trabalho passa de uma missão sem grau de importância para uma missão de importância máxima, pois James descobre provas de um grande golpe, mas infelizmente a única testemunha que podia dizer do que se tratava tinha morrido um ano antes em circunstâncias estranhas…

Este livro é perfeito para quem gosta de suspense, ação e um pouco de mistério. Se querem saber como este livro acaba, bem… sugiro que o leiam.



Sugestão do leitor: Carlos Mendes

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Título: A Seita

Autor: Robert Muchamore

Editora: Porto Editora

Neste quinto livro James e os seus amigos terão que se infiltrar num culto australiano, Os Sobreviventes, que, segundo a CHERUB pensa, poderão ter alguma ligação ao grupo terrorista Ajudem a Terra, referido no primeiro livro. Para isso terão de ir viver para a Austrália onde se situa o quartel - general dos Sobreviventes. Terão que escapar às terríveis técnicas de lavagem cerebral usadas por estes para cativar os seus seguidores.
Desta vez não são apenas terroristas que James terá que travar, mas também lutar para não enlouquecer.
Este é um dos melhore livros já publicados.
Sugiro que leiam, pois de certeza que irão adorar.


Sugestão do leitor: Carlos Mendes

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Título: D. Sebastião O Desejado
Editor: Jornal Expresso (coleção Reis de Portugal - Expresso mais Novos)


Era uma vez um menino chamado Sebastião cujo avô, D. João III, era o rei de Portugal e que ficou muito feliz por ter um neto.
Um dia o país soube de uma notícia arrebatadora,o pai de Sebastião morreu antes de conhecer o filho.
O povo estava preocupado e em todo o lado se ouvia desabafos: Ai meu Deus, o que será de nós? O que será do país? Tomara que nasça o príncipe D. Sebastião, senão onde irá parar a nossa independência? Se morrer D. João III ficaremos perdidos.
Algumas semanas mais tarde nasceu D. Sebastião, o povo ficou feliz.
Aos três anos D.Sebastião ficou com o trono mas, como era novo demais, mal sabia falar e não havia coroa para o seu tamanho, não podia ser ele a ocupá-lo por enquanto. O trono ficou para D. Catarina e depois para D. Henrique.
Quando D. Sebastião fez catorze anos foi coroado rei de Portugal.



Sugestão do leitor: Bruno Loureiro

Clube de Leitura - Pim, Pam,Lê!

Título: Lenda de Coimbra
Editora: Jornal Expresso (coleção Expresso Mais Novos - Lendas de Portugal)

Conta a lenda que onde é agora a cidade de Coimbra havia um palácio onde morava uma princesa com os seus pais.
Um dia a princesa apaixonou-se por um cavaleiro, mas os pais não aceitaram e disseram à princesa que se queria ficar com ele, ele tinha que fazer alguma coisa pelo reino.
Uns tempos mais tarde, apareceu uma serpente gigante que queria devorar a cidade. Nesse momento apareceu o cavaleiro e derrotou a serpente acendendo uma fogueira à entrada do buraco onde estava a serpente e fazendo com que o fumo entrasse. A serpente saiu e com a sua espada matou-a.
Assim o rei deixou a sua filha casar com o cavaleiro.



Sugestão do leitor: Diogo Loureiro

Clube de Leitura - Pim, Pam, Lê!

Título: A lenda do castelo de Bragança


Conta a lenda que no castelo de Bragança havia um rei muito rico e autoritário. Ele tinha uma sobrinha que vivia com ele e o rei queria que a princesa se casasse com um príncipe.
Certo dia, numa festa, apareceu um cavaleiro que sonhava com fama e glória. Eles dançaram toda a noite e por fim apaixonaram-se. Mas o cavaleiro teve de se ir embora e deixar o seu amor.
Ele tinha prometido que havia de voltar mas nunca mais voltou. A princesa ainda continuava à espera do seu amor e o rei vendo-a ir-se deitar cobriu-se com um lençol branco e foi ao quarto dela dizendo que ele tinha morrido numa batalha.
A princesa ficou assustada e pediu a Deus que lhe desse um sinal. De repente a porta abriu-se e a princesa viu que era o tio.
O rei, a partir desse dia, nunca mais falou nesse assunto. Ao lugar onde a princesa estava à espera do seu amor, deram o nome de Torre da Princesa e o sítio onde o fantasma apareceu ficou conhecido como Porta da Traição. Onde surgiu a luz, ficou a Porta da Verdade.

Eu gostei deste livro porque me ensinou mais uma lenda que eu não conhecia.



Sugestão do leitor Diogo Loureiro